Dessa vez não é um filme.

Segredos e mentiras, Tessa, são como um câncer na alma. Corroem o que é bom e deixam apenas destruição.

Página 414.

Eu deveria estar estudando, mas estou aqui, surtando enquanto dou um tempo entre um suspiro e outro. Comecei a ler a trilogia da Cassandra Clare “Peças Infernais”, porquê lembro que quando era mais nova, havia me apaixonado pela escrita da mesma, e eu precisava me encontrar com o meu eu do passado, jovem, feliz e apaixonada. Não faço ideia do porquê não li a trilogia toda, parei em Anjo Mecânico, e deixei de lado, tola, demais, eu fui. Mas sou grata agora, por isso, devido essa bobagem, me encontro totalmente apaixonada por personagens fictícios, como nunca havia antes…Para ser sincera, não tenho mais idade pra ficar suspirando, ruborizada enquanto esfolheo páginas. Boba, sei que sou, não nego, fazer o quê? Sou uma romântica quase incurável, segredo nosso, ok?. Mas, a Cassandra tem um grande poder para escrever personagens cativantes, tais como William Herondale, e James Carstairs. Estou migrando desesperadamente para Princesa Mecânica, quero saber o desfecho desse triângulo amoroso entre Tessa, Wiil e Jem, pra ser franca, eu odeio triângulos amorosos, mas esse até que gosto.
Só escrevi porquê precisava falar com alguém sobre, hahahaha. Estou me retirando para terminar minha leitura, até. Depois, atualizo vocês.

Eu sou todas as meninas – Netflix.

Antes de começar a comentar sobre, preciso alertar que o filme pode acionar gatilhos devido o tema sensível, mas vale a pena cada segundo.
O tema além de ser infelizmente atual, e apesar de obter filmes sobre o assunto, não vejo muito sobre. É algo que precisa ser mudado, pois o número de casos só vem aumentando, principalmente agora, devido a pandemia – não, não sou eu quem falo, e sim, a ONU. (deixarei o link no final do post).
Agora sim, falando sobre o filme, que UAU. Me deixou apreensiva em alguns momentos, outros, eu mal piscava para não perder nenhuma informação sobre. Jodie, me levou a momentos de raiva, e de aborrecimento que foram aumentando no andar do filme, mas totalmente tolerante, o final, com certeza vale a pena, apesar de (veja o filme!). Ntombi é o retrato da mulher, que passou por tantas coisas, mas jamais deixou de lutar, eu amei a personagem e seu envolvimento com Jodie, elas formam uma dupla e tanto. Apesar de ser um pouco lento, é compreensivo já que é baseado em fatos reais, e precisamos entender todo o enredo.
Esse filme precisa ser degustado, com calma, e atenção. Gostaria que a história de ambas personagens fosse mais explorada, assim como seus passados. Mas acredito que se caso ocorresse perderia o real sentido da trama. Terminando o post, deixo aqui minha recomendação de filme para o final de semana.

Espero que tenham gostado,
                                                                                                           Um beijo, T.

Link sobre o tráfico durante a pandemia: https://news.un.org/pt/story/2021/02/1740252

Nova Era.

Viver é desequilibrar-se amiúde.

Evandro Affonso Ferreira

Oi, tudo bem? Aqui quem fala é a T.
Nessa nova era, “quarenteners” quem nós somos, espero. Muitos se renderam as novas ondas, como influencers, ou tiktokers, para ser sincera, não levo jeito para nenhum dos dois, então, resolvi voltar para o blog, desde que sou envolvida com as palavras, tento ser uma blogueira raiz, mas sem sucesso, pois além de comedora de letras, sou uma ótima desistente. Mas, espero que aqui, eu continue.
Desde 2019, me apaixonei pela cinematografia, e por toda magia/trabalho incluído nela. Em 2020, a pandemia, me levou mais próxima das telas de casa, onde, pude consumir demasiadamente, obras boas e ruins também. 2021, está sendo uma caixinha de surpresas, de verdade. Depois de acompanhar o Oscar 2021, percebi que minhas opiniões — mesmo que insignificantes — eram diferentes dos meus inúmeros amigos espectadores, além de motivo e do tédio de falar sozinha sobre, resolvi recriar o 365 dias de pipoca. Irei abordar assuntos sobre filmes, séries e livros, espero não ser a única por aqui.

Voltei amigos, e talvez…esse seja o motivo do meu colapso.
Até mais, com alguma resenha enfadonha.
Beijo, T.

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora